Revelação: AgfaPhoto Vista Plus 400

Meses sem postagem, meses sem revelar nada. De uma só vez, revelei três filmes, e ainda tenho dois para terminar. Nesse meio tempo, muitos filmes de Instax Mini foram queimados, só pra não passar em branco. ;)

O primeiro que eu gostaria de mostrar, por ordem cronológica, é o AgfaPhoto Vista Plus ISO 400. Comprei esse filme em Barcelona, então ele não está ileso de algumas passagens pelo raio-X de aeroportos. Também acho que errei na escolha da câmera para utilizá-lo pela primeira vez. Fui com a Olympus Trip, uma câmera que não permite total controle de exposição e foco. Apesar de gostar muito dela, acho que deveria ter usado uma opção mais precisa.

Dito isso, gostei das cores e do desempenho com pouca luz, mas não achei nada de excepcional. Na seleção de filmes 400, o Superia X-Tra da Fuji ainda é meu favorito, por motivos de: mostro as fotos nos próximo post. Ainda assim, quero comprar esse filme de novo e testar mais uma vez.

Vamos às fotos! São momentos aleatoriamente bons de abril de 2014.

DANIELE01-R1-30-7 DANIELE01-R1-22-15 DANIELE01-R1-21-16

Boas cores. ;)

Boas cores. ;)

DANIELE01-R1-19-18 DANIELE01-R1-18-19 DANIELE01-R1-14-23 DANIELE01-R1-13-24 DANIELE01-R1-12-25

Essa ficou bem escura, mas culpo mais a câmera do que o filme, que fotometrou com a janela atrás.

Essa ficou bem escura, mas culpo mais a câmera do que o filme, que fotometrou com a janela atrás.

DANIELE01-R1-09-28 DANIELE01-R1-05-32 DANIELE01-R1-04-33

Aquela última foto, pra acabar o filme.

Aquela última foto, pra acabar o filme.

Revelação: Velvia ISO 100 puxado para 400. Redscale?

Minha surpresa foi enorme!

Já tinha usado os filmes slide da Lomography várias vezes e o processo cruzado me rendeu fotos lindas, sempre com cores fortes. Mas pela primeira vez eu fotografei com um filme que (agora eu sei) é totalmente imprevisível!

Comprei um Velvia, da Fuji, lá na Ticcolor. Ele era rebobinado e venceu em abril do ano passado. Como sou fã de ISO alto, puxei o 100 para 400. E para piorar, revelei em processo cruzado. De certeza, apenas a surpresa que eu teria com o resultado final.

Eu só não esperava que seria tanto! Ele ficou mesmo parecendo um redscale.

Logo de cara, comecei a pensar em milhares de alternativas: será que o filme estava ao contrário e eu não vi? (Como um redscale caseiro? Porque ele era, afinal, rebobinado…) Mas eu teria percebido isso, mesmo sendo tão desligada. Será que era um redscale mesmo? Não, não era. Então por que raios ficou assim?

Pesquisando, perguntando, conversando… vi que o Velvia mesmo que é imprevisível em processo cruzado. Ainda mais com ISO puxado. E vencido! Ou seja: abusei e o resultado ficou abusado.

Agora vamos ao resultado… Ah! Usei a Canon AT-1 do coração, porque não consigo mais largar ela.

80240001

80240016

Edgar tentando se acertar com o foco da AT-1… sem sucesso. Mas ficou bom mesmo assim. ;)

80240017

80240019

80240020

80240024

80240028

 

É isso! Próximo post: Instax Mini do amor! <3