Um bom dia

Dumpster

Foto: Darrel Brett. Holga 135, Kodak Gold 200 expirado.


Ainda estou assustada.

São 8h35 da manhã e há exatos 31 minutos atrás uma bomba estourou do meu lado.
Ok, não foi uma superbomba. Mas foi uma bomba.
Não perdi nenhum membro, não me machuquei… Mas não consigo parar de pensar que sim, poderia ter me machucado.

Estava caminhando em direção ao trabalho nessa manhã. Ao invés de subir pela r. Pasteur, como sempre faço, vim reto pela Buenos Aires e entrei na Silva Jardim. Na frente do prédio ao lado do escritório, uma caçamba.
Nessa caçamba, um menino.

Minha primeira reação foi pensar que era estranho uma criança na rua a essa hora, ainda mais mexendo em uma caçamba. Aí eu vi a fumaça… Ele saiu correndo… E só deu tempo de tampar os ouvidos e abaixar no sentido contrário.

O primeiro impulso foi… não fazer nada. Fiquei parada, olhando o piá indo embora, pensando “que P**** foi essa?” Fiquei com raiva, mas meu primeiro instinto foi de não ir atrás dele, pois se um piá que deveria ter uns 10 anos de idade tinha uma bomba às oito da manhã no bolso, sabe-se lá o que mais poderia ter!

Olhei pra rua, vi um carro de polícia, corri até eles e contei o que aconteceu. Descrevi o menino e corri pro escritório.
Não sei se pegaram ele. Espero que o peguem. Ele, o pai, a mãe e qualquer um que seja o (ir)responsável por uma criatura imbecil dessas estar solta na rua.

Mais de meia hora depois e eu ainda estou zonza… escrevi porque ainda não tinha conseguido começar a trabalhar.

Coloquei no blog porque… Bem, porque quis.
E é isso.

Primeira revelação: Holga 120 CFN

Demorei, mas terminei.

São apenas 12 frames e eu quis pensar cada um deles.
Valeu a pena.

Perdi apenas uma foto, por motivos que eu desconheço – talvez a tão temida proteção da lente? Acho que não, porque cuidei disso, mas fato é que só recebi 11 imagens. Dessas onze, oito me fizeram muito felizes, então, acho que o saldo foi pra lá de positivo.

Então o primeiro aspecto a se pensar com uma médio formato é esse: poucos frames. Acho que se a gente já pensa mais para fotografar com analógica, com a médio formato eu pensei duas vezes mais – e isso é um exercício e tanto.

Tentei explorar diferentes coisas: flash, noite, dia, sol, nublado e dupla exposição. Mas é preciso lembrar que utilizei um filme Redscale e, por isso, não rolou testar flashes coloridos.

Redscale?

Sim! Existem vários blogs que explicam muito melhor que eu e com mais clareza. Mas para simplificar, a questão é a seguinte: o redscale é como se fosse um filme ao contrário. Ou melhor, É um filme ao contrário. O vermelho é a última camada de cor e um Redscale está invertido na bobina. Isso faz com que a luz chegue primeiro nessa camada, dando todo um efeito diferente na imagem – inclusive, é possível fazer isso em casa mesmo, mas ainda não tentei.

Dito isso, o filme utilizado foi um Lomography Redscale 100 ISO 120. ;)

E as fotos?

Vamos lá!
A primeira boa notícia é: nada de vazamento de luz. Alguns pequenos pontinhos, mas tudo para dar um charme. Como falei no post anterior, eu não coloquei fita em volta dela, apenas nas laterais para segurar a tampa traseira – pois a trava é muito fraca.
Outro detalhe legal é que foi possível ver as vinhetas nos cantinhos e eu adorei isso.

Minha única decepção foi o flash. Não culparei a câmera, mas o que posso dizer é que ele com ISO 100 não rola. Ficou bem escuro. =/

325034DANIELE-R1-01-2

Essa é a minha favorita. O filme Redscale, o efeito de luz, os cantinhos escuros e o foco. Tudo ficou lindo.

325034DANIELE-R1-02-3

Tentei um contraluz e apesar de ficar “meio fail” eu gostei. Já tinha lido sobre como a Holga é exigente e precisa de filmes com ISO alto, mas com 100 também rolou ter efeitos legais.

325034DANIELE-R1-04-5

Esse efeito “negativo” em volta ficou muito legal.

 325034DANIELE-R1-06-7

325034DANIELE-R1-07-8

Dupla exposição no Bosque do Alemão. :)

325034DANIELE-R1-08-9

Aqui o dia já estava mais nublado, um pontinho de ISO acima e essa foto ficaria melhor, eu acho.

Bom, tá aí o resultado. Recomendo a câmera para todos e o filme também. Já estou curiosa para testar novos filmes e fotografar mais! ;)